IPOR lança primeiro manual integralmente produzido na Ásia

O Instituto Português do Oriente (IPOR) lançou um novo manual de português como língua estrangeira, o primeiro integralmente desenvolvido na Ásia, afirmou o presidente da instituição.

João Laurentino Neves falava na apresentação do manual “Dar à língua” da autoria do professor João Paulo Pereira, e com coordenação científica de Liliana Inverno.

Este novo manual pretende “apoiar os utilizadores para oferecer à língua portuguesa mais uma ferramenta de proficiência para falantes de língua não materna” e candidatos ao diploma avançado de português língua estrangeira (DAPLE), destacou João Neves sobre esta edição, que contou com o apoio da Fundação Macau e da Fundação Oriente.

O responsável classificou o lançamento como um momento importante para o IPOR por se tratar de “afirmar o potencial do português como língua estratégica na Ásia” e que reforça o papel de Macau como plataforma de referência para a língua portuguesa “neste lado do mundo”.

“Não se trata apenas de uma ferramenta de contornos diferentes por ter sido feita fora de Portugal”, disse João Neves, sublinhando que existem poucos manuais generalistas para este nível de proficiência.

Na apresentação do livro, João Paulo Pereira, docente do IPOR desde 2014, destacou as oito unidades temáticas baseadas em temas actuais, como a globalização e a inclusão, entre outros, apresentados com documentos autênticos, que contaram com a colaboração de estudantes de Macau e da China.

O livro, que estará à venda em Macau e em Portugal, é acompanhado por um CD e inclui mais de 350 atividades elaboradas para estudantes de nível avançado e candidatos ao DAPLE.

Liliana Inverno sublinhou que o “manual foi pensado para que, a cada passo, o professor encontre uma atividade que o desafia a ser um mediador de aprendizagem”.

2017-07-17
Guardar este link.