Macau vai ter plano director em 2019

O plano director de Macau vai começar a ser elaborado em 2018 para concluir em 2019, confirmou o secretário para os Transportes e Obras Públicas, Raimundo do Rosário, descrevendo-o como “muito importante” para o desenvolvimento urbano e das áreas marítimas.

“Espero que até 2019 possamos concluir o plano director, porque este plano director tem a ver com os 85 quilómetros quadrados de áreas marítimas, e isto é muito importante”, afirmou Raimundo do Rosário, durante a sessão de perguntas e respostas dos deputados na Assembleia Legislativa.

Macau tem desde Dezembro de 2015 um total de 85 quilómetros quadrados de áreas marítimas sob a sua jurisdição, na sequência da aprovação pelo Conselho de Estado da China de um novo mapa da divisão administrativa do território.

Já durante o discurso de apresentação das Linhas de Ação Governativa para a sua área de actuação, Raimundo do Rosário tinha falado “no compromisso de construir bases sólidas para um desenvolvimento urbano sustentável”.

“Neste sentido, será adjudicada, no próximo ano, a elaboração do plano director para se avançar com os respectivos trabalhos e será promovido o planeamento pormenorizado da Zona A [dos novos aterros]”, disse.

Em Junho, o Governo anunciou que a zona A dos novos aterros de Macau, a maior das cinco áreas conquistadas ao mar e onde está prevista a construção de cerca de 28 mil fracções de habitação pública e outras 4 mil para o sector privado, vai estar terminada no final deste ano, “em paralelo” com a inauguração da ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau.

 

2017-12-06
Guardar este link.