Macau leva alimentos lusófonos à primeira exposição de importações da China

O Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM) vai levar os produtos dos países lusófonos à primeira exposição internacional de importações da China, em Novembro, em Xangai.

A representação na exposição de Xangai será feita mediante delegações de empresas de produtos alimentares de Macau e de agentes e distribuidores no território de alimentos dos países de língua portuguesa, organizadas pelo IPIM, de acordo com um comunicado oficial.

A direcção dos Serviços de Turismo de Macau vai organizar também a participação de operadores turísticos da Região Administrativa Especial chinesa.

Além da delegação empresarial, vai participar na exposição uma delegação governamental de Macau.

Anunciada pelo Presidente chinês, Xi Jinping, em Maio passado, durante o fórum “Uma Faixa, Uma Rota” para a cooperação internacional, a exposição internacional de importações da China constitui uma importante medida de Pequim para apoiar a liberalização do comércio e a globalização económica, abrindo ainda mais, por iniciativa própria, o mercado chinês ao mundo.

2018-02-07
Guardar este link.