Cartaz :: Outubro e Novembro de 2017

Espectáculos e exposições em Macau, Outubro e Novembro de 2017 >>

RM nº 58   2017-10-26

M de memórias de Fontenelle 

Com M de Memória, Felipe Fontenelle transita entre a infância e os dias de hoje num “disco muito intimista”, que mistura bossa nova e samba, com uma incursão pelo patuá de Macau, onde reside, e pela poesia pessoana. Em entrevista à MACAU, o músico brasileiro percorre os três mundos que habita e que convergem neste ... >>

RM nº 58   2017-10-25

O Culto Mariano 

Macau é o único local da Ásia onde o dia 8 de Dezembro, data da festa à sua padroeira, a Imaculada Conceição, é feriado público. O culto mariano em Macau é muito antigo e encontra a sua razão de ser na não menos antiga devoção dos portugueses à Virgem Maria. >>

RM nº 58   2017-10-25


Lou Kau, o primeiro magnata do jogo  

Lou Kau fez fortuna com o comércio de carne de porco, mas é hoje sobretudo relembrado por lançar as fundações da indústria do jogo em Macau. Líder da comunidade chinesa, o empresário foi agraciado pelo rei de Portugal por duas vezes. São poucos os estudos sobre a vida deste homem que, endividado, acabaria por se ... >>

RM nº 58   2017-10-25

No mundo das letras 

Henry Kwok e Aquino da Silva são dos poucos especialistas em lettering de Macau. Trata-se de uma técnica de desenhar letras e não tem apenas um “objectivo comercial”, mas também “meditativo”. Nunca é tarde para voltar a escrever à mão. >>

RM nº 58   2017-10-24


Caligrafia | Regresso às origens 

O Instituto de Formação Turística oferece este ano lectivo dois níveis de caligrafia chinesa. A necessidade de conhecer mais sobre a própria cultura levou vários locais de regresso à escola. >>

RM nº 58   2017-10-24



Ambrose So | “Caligrafia é uma pintura feita com o coração” 

Ambrose So é licenciado em Matemática e Física, director executivo da Sociedade de Jogos de Macau (SJM), braço direito de Stanley Ho. Mas muito antes de tudo isso, já a caligrafia fazia parte da vida deste empresário. “Encontramos sempre tempo para aquilo que amamos”, diz So, para quem esta arte chinesa é também ... >>

RM nº 58   2017-10-24

Uma força de que (quase) não há memória 

A passagem do Hato por Macau, o tufão mais forte em mais de meio século, deixou um rasto de destruição que fez a RAEM repensar nas suas estratégias de como lidar com calamidades e desastres. Para impedir novas inundações, o Governo da RAEM vai avançar para a construção de comportas nas zonas ribeirinhas. Tudo para ... >>

RM nº 58   2017-10-17

A Macau do futuro 

O Governo de Macau e o Alibaba, o maior grupo a nível mundial de comércio online, assinaram um acordo para uma parceria estratégica para que em cinco anos a RAEM passe a ser uma das primeiras cidades inteligentes do mundo. Depois de uma experiência bem-sucedida na cidade chinesa de Hangzhou, o grupo quer fazer ... >>

RM nº 58   2017-10-17

Empresas de Macau concretizam papel de plataforma 

Há cada vez mais empresas da RAEM, pequenas, médias e grandes, a voltarem-se para os países de língua portuguesa. Aqui apresentamos três exemplos de empresários que estão a tirar o conceito de plataforma do papel. >>

RM nº 58   2017-10-17