Terça-feira, Abril 20, 2021
Inicio Uncategorized Mês do Macaco

Mês do Macaco

 

O período entre os dias 7 de Agosto e 7 de Setembro está sob a égide do signo do Macaco e a influência específica do elemento água (na sua modalidade yang).

Apresentamos, como habitualmente, a título de curiosidade, um apanhado das principais previsões dos almanaques chineses para os nascidos sob cada um dos 12 signos orientais.

Pode ainda consultar as previsões para 2014, Ano do Cavalo, aqui.

 

 

RATO

Aproveitar as ocasiões 

O Rato é por natureza sobrevivente, sabe ser simpático e atrair apoios e é rápido a analisar as situações e as oportunidades. O Macaco (que é o signo deste mês) gosta de exibir as suas capacidades, a começar pela inteligência. Os dois signos combinam bem, já que pertencem a uma mesma família.

A energia universal qi circula do Macaco para o Rato, o que constitui um apoio aos nativos deste segundo signo. Uma onda suave e benfazeja levanta-se na vida dos Ratos, é uma questão de saberem aproveitar a ocasião.

 

 

BÚFALO

Lufada de ar fresco 

Dizem os almanaques que, para os nascidos sob o Búfalo, este não é um mês particularmente bafejado pela sorte. Mas contém elementos de mobilidade, que são como que uma lufada de ar fresco para a vida dos Búfalos.

É a altura de conhecerem pessoas e lugares fora dos cículos habituais. O Búfalo é um signo ligado à terra e ao trabalho – às vezes demais. Com a circulação de novas energiais, tudo melhorará um pouco.

 

 

TIGRE

Tempo de ajustamentos 

O Tigre é o signo mais desafiado neste mês do Macaco. Os dois signos opõem-se no zodiaco, gerando um “choque” de energias, que tanto poderá ser positivo como negativo, mas fará mudar muita coisa.

Alguns almanaques olham com desconfiança este “choque de energias”, mas outros sublinham que se trata de uma fase de natural de ajustamento.

O conselho é: saibam aceitar as mudanças (com flexibilidade e sabedoria)!

 

 

COELHO

Contradições na forja

Para os Coelhos este será um mês de exigência, mas também de contradição.

Por um lado as circunstâncias lançam desafios e obrigam a actuar com ambição. Podem surgir oportunidades, mas é preciso trabalhar para que elas se traduzam em resultados concretos.

Mas ao mesmo tempo há o desejo de descansar um pouco, daí a contradição.

Nas pessoas do sexo feminino não haverá este problema estará suavizado e a vida sentimental promete novidades.

 

 

DRAGÃO

Demonstração das qualidades pessoais 

O Rato, o Dragão e o Macaco formam no zodíaco o grande triângulo do elemento água. Isso quer dizer que, neste mês do Macaco, os nascidos sob o Dragão se sentem “em casa” ou “em família”.

A energia universal qi circula do Dragão para o Macaco, gerando portanto um ímpeto para a acção e exibição das qualidades pessoais. Ou seja, uma maior visibilidade.

Os Dragões devem canalizem as suas energias para objectivos muito concretos e quantificáveis.

 

 

SERPENTE

É possível resolver os problemas 

Entre os signos da Serpente e do Macaco há uma relação ambígua. Por um lado, foram como que “feitos um para o outro”, uma vez que formam um casal no zodíaco. Mas, por outro, há uma grande tensão entre os dois.

É importante saber que o lado positivo predomina, o que é uma boa notícia. Ou seja, há sempre uma maneira de resolver os problemas.

A capacidade de transformar conflitos em relações harmoniosas é o trunfo do mês.

 

 

CAVALO

Controlar resultados e obter coisas concretas

Pode ser um mês interessante, tanto mais que se trata de um “mês de mobilidade” – que é o que os nascidos sob o Cavalo mais gostam de ouvir. É a altura de andar de um lado para o outro, viajar, etc…

O fogo (que é o elemento dominante do Cavalo) tende a controlar o metal, elemento do Macaco, signo do mês. Isso significa a necessidade de controlar os resultados das acções e obter coisas concretas.

Na vertente sentimental o mês é mais favorável para os nativos do sexo masculino.

 

 

CABRA

Grande capacidade de relacionamento com os outros

Considerando a simbologia dos dois signos, o Macaco parece demasiado exibicionista para a natureza recatada da Cabra.

Isso poderia causar uma sensação de estranheza aos nascidos sob este último signo, mas o certo – consideram os almanaques – é que o mês acaba por ser interessante e estimulante para os nascidos sob a Cabra.

O grande trunfo é a capacidade de relacionamento com os outros, e o amor será um dos assuntos beneficiados…

 

 

MACACO

Atenção à competição e gente habilidosa 

Um nativo do Macaco encontrando-se com o mês do Macaco pode ser uma experiência tensa, segundo os almanaques. Não se trata propriamente de uma influência negativa mas de um estado psicológico um instável.

Essa instabilidade terá a ver, muito provavelmente, com a competição que tendem a encontrar à sua volta, gente habilidosa e inteligente que os desafiará.

O melhor que há a fazer é pura e simplesmente não responder a esses desafios ou, por outras palavras, “olhar para o lado”… e procurar outros focos de interesse.

 

 

GALO

Tempos para o romantismo

O amor poderá ser um dos tópicos em foco neste mês do Macaco. Os nascidos sob o Galo andarão mais atraentes do que o habitual e tudo poderá acontecer da forma mais inesperada…

No entanto, de acordo com os almanaques, a “estrela” romântica que se cruza nos seus caminhos promete apenas o amor temporário.

Um ponto fraco do mês incide sobre o aspecto financeiro e resulta da predisposição para gastar demais.

 

 

CÃO

Sorte e oportunidades 

A “estrela da mobilidade” domina os destinos dos nascidos sob o Cão. Isso pode significar viagens mas também meras deslocações inesperadas por motivos profissionais ou familiares.

Seja como for, viajar será bom, estará em sintonia com este mês do Macaco e trará sorte e oportunidades. Em termos psicológicos sera um mês refrescante.

As finanças, dizem os almanaques, também serão beneficiadas.

 

 

PORCO

Mal-entendidos e alguma intriga

Mês desconfortável e pouco produtivo. Haverá muito trabalho, sobretudo na primeira metade do mês, mas não é de esperar grandes resultados desse esforço.

O ponto fraco será o relacionamento com os outros, de onde nascerão muitos mal-entendidos. Haverá alguma intriga à sua volta.

O conselho aos nativos do Porco é aceitarem sem reagir perante este ambiente. Aliás o mês, sobretudo na sua segunda metade, é óptimo para gozar férias e tentar fazer o mínimo possível

ARTIGO