Terça-feira, Junho 2, 2020
Inicio Espectáculos & Exposições Cartaz :: Outubro e Novembro 2014

Cartaz :: Outubro e Novembro 2014

 

 

EXPOSIÇÕES

AGENDA

 

Os velhos bons tempos da publicidade

 

Os calendários ilustrados foram um veículo de publicidade muito popular no início do século XX e Guan Huinong (1878–1956), natural de Nanhai, na Província de Guangdong, era um verdadeiro mestre desta arte. Uma selecção das suas melhores ilustrações está agora patente até 28 de Dezembro no Museu de Arte de Macau

 

Moda, episódios históricos, personagens literários ou mitologia chinesa. Todos temas que caracterizavam a publicidade chinesa no início do século XX e que tinham nos calendários a sua principal forma de expressão. Os cartazes combinavam técnicas de pintura tradicional chinesa, de desenho ocidental, de aguarela e litografia, revelando um estilo bem distinto.

Estas ilustrações que combinavam engenhosamente arte e negócio lograram uma resposta imediata e entusiástica do público. Graças às técnicas de litografia, um método popular de reprodução de imagens em grande volume, os cartazes-calendário tornaram-se rapidamente populares na China e no estrangeiro. No dealbar do século XX, muitos calígrafos e pintores famosos como Gao Jianfu, Ge Xianglan e Xie Zhiguang juntaram-se à tendência. Mas foi sobretudo Guan Huinong (1878–1956) que deu a esta arte um novo impulso.

A arte estava no sangue de Guan Huinong. O seu bisavô, Guan Zuolin, já era um conhecido artista no século XIX com pinturas de exportação em Cantão. Conhecido entre os estrangeiros como “Lamqua”, Zuolin foi discípulo de George Chinnery, o pintor inglês então baseado no Sul da China. Desta forma, desde tenra idade Huinong aprendeu técnicas de pintura ocidental que lhe foram transmitidas em família, dominando desde cedo a técnica de composição de luz e sombra, bem como da perspectiva.

Mais tarde, estudou com o pintor chinês Ju Lian (1828–1904), um grande mestre da escola de Lingnan, aperfeiçoando as técnicas de pincelada e a sua paleta. A peculiar técnica ‘pó-e-água’ de Ju Lian, em que se mistura água ou pó ao pigmento húmido para criar maior efeito, influenciou muito Huinong que viria a aplicá-la às suas ilustrações de calendários.

Em 1905, Guan Huinong mudou-se para Hong Kong e dedicou-se a pintar cartazes publicitários e a conceber imagens de marca, criando ilustrações para calendários. Os seus trabalhos combinavam um toque chinês xie yi (estilo livre) com uma abordagem “realista” à ocidental, abrindo assim novos caminhos aos ilustradores de calendários.

O seu cartaz Duas Jovens, para a empresa de cosméticos Kwong Sang Hong, tornou-se extremamente popular e é hoje considerado um dos cartazes icónicos do século XX. E assim Huinong tornou-se conhecido como o “rei dos calendários”.

 

Ilustrações para Calendário de Guan Huinong

Museu de Arte de Macau, Piso 1

Até 28 de Dezembro

De terça-feira a domingo

10h00 – 18h00

Entrada livre

 

 

OUTRAS EXPOSIÇÕES

O mundo através dos olhos de uma criança

Na edição deste ano do Children’s Artland, o Armazém do Boi transporta os visitantes ao mundo das crianças, a exibir obras que realçam a ingenuidade e as traquinices da infância, tendo como mote uma observação de Pablo Picasso: “Levei uma vida inteira para pintar como uma criança”.

 

Até 24 de Novembro

Armazém do Boi, Avenida do Coronel Mesquita

Diariamente, excepto terças-feiras

Entrada livre

 

 

World Press Photo 2014

A exposição World Press Photo 2014, com o trabalho premiado de 53 fotógrafos de 25 nacionalidades, vai estar patente em Macau a partir de 10 de Outubro na Casa Garden. Entre as fotos premiadas vai poder ser vista a vencedora da edição deste ano, intitulada Signal, de John Stanmeyer, que mostra migrantes africanos na costa de Djibouti à noite, erguendo os seus telefones numa tentativa de captar um sinal barato da vizinha Somália.

 

Até 31 de Outubro

Casa Garden, Praça de Luís de Camões

De terça-feira a domingo

Entrada livre

 

 

Artesanato Vivo dos Nossos Antepassados

Exposição de Relíquias Arqueológicas da Taipa e Coloane

Entre 1973 e 2006 foram realizadas em Hác-Sá, em Coloane, cinco escavações arqueológicas, com achados que datam de há milhares de anos. Entre 2004 e 2006, as fundações do edifício da antiga Câmara Municipal das Ilhas, na Taipa, também foram objecto de escavações arqueológicas. Nesta exposição, é apresentada uma colecção de achados e relíquias descobertos no decurso de várias escavações arqueológicas realizadas ao longo dos últimos 30 anos.

 

Até 31 de Dezembro

Museu da História da Taipa e Coloane

De terça-feira a domingo

Entradas a MOP 5

 

 

*****

 

 

FESTIVAL INTERNACIONAL DE MÚSICA DE MACAU

 

Sons dos quatro cantos do mundo

 

Na sua 28.ª edição, o Festival Internacional de Música de Macau (FIMM) aposta forte na música de câmara. Artistas e músicos dos quatro cantos do mundo realçam a diversidade do cartaz que se estende por quase um mês, de 3 de Outubro a 1 de Novembro. Além de espectáculos, há ainda espaço para workshops de jazz, masterclasses de violino e canto e aulas de teatro musical para crianças.

A Orquestra Filarmónica de São Petersburgo e Laurie Anderson são dois dos principais nomes da 28.ª Festival Internacional de Música de Macau (FIMM). Portugal estará representado pelo Coro Gulbenkian, que este ano comemora o seu cinquentenário. Dos 25 espectáculos que animam a cidade entre 3 de Outubro e 1 de Novembro, o destaque vai para a ópera Norma, de Vincenzo Bellini, produzida pelo Teatro Regio Torino e conta com o Coro Lirico Siciliano.

A Orquestra Filarmónica de São Petersburgo é outra das estrelas deste ano. Terá direito a dois concertos, com repertórios diferentes: a 14 de Outubro tocará Romantismo Russo, de Tchaikovsky a Rachmaninov, e no dia 15 mostra Contos da Rússia.

Num cartaz muito variado em géneros e estilos, Laurie Anderson é outra cabeça-de-cartaz. A cantora e compositora norte-americana leva à Fortaleza do Monte, a 18 de Outubro, A Linguagem do Futuro.

O Instituto Cultural salienta que a 28ª edição faz uma aposta na música de câmara, com vários espectáculos do género: a formação I Musici, de Itália, apresenta As Quatro Estações de Vivaldi e o Quarteto Xangai interpreta obras para cordas de Haydn a Schubert. Na lógica dos concertos mais intimistas, insere-se ainda o pianista polaco Zygmunt Krauze, a música à capela das americanas Anonymous 4 e as irmãs Parnas. Também na chamada música erudita, o quinteto de sopros Canadian Brass e, numa perspectiva mais local, as actuações das duas orquestras de Macau – a de câmara e a chinesa.

 

3 e 5 de Outubro      19h30

Norma

[1] Ópera em 2 Actos de Vincenzo Bellini

Centro Cultural de Macau

Bilhetes MOP 600, 500, 400, 300, 200

 

8 de Outubro             20h00

Petite Messe Solennelle de Gioachino Rossini

Coro Lirico Siciliano (Itália)

Igreja de S. Domingos

20:00

Entrada com bilhete gratuito

 

 

[2] 9 de Outubro      20h00

Dominic Miller Band (Argentina)

Fortaleza do Monte

Bilhetes MOP 80

 

9 de Outubro             19h00

11 de Outubro          20h00

Il Don Chisciotte – Intermezzo de Giovanni Battista Martini

Teatro Comunale di Bologna (Itália)

Teatro Dom Pedro V

Bilhetes: MOP 250, 200

 

10 de Outubro          21h00

11 de Outubro          15h00

12 de Outubro          20h00

Il Maestro di Musica – Intermezzo de Giovanni Battista Martini

Teatro Comunale di Bologna (Itália)

Teatro Dom Pedro V

Bilhetes MOP 300, 250

 

11 de Outubro          20h00

[3] Trio Aaron Goldberg (EUA)

Fortaleza do Monte

Bilhetes MOP 80

 

11 e 12 de Outubro  20h00

Orquestra Chinesa de Macau convida George Lam

Centro Cultural de Macau

Bilhetes MOP 500, 400, 300, 200

 

12 de Outubro          15h00, 20h00

A Descoberta da Música

duo parnas (EUA)/ Associação de Artes Pequena Montanha

Auditório do Conservatório de Macau

Bilhetes MOP 100

 

13 de Outubro          20h00

duo parnas (EUA)

Teatro Dom Pedro V

Bilhetes MOP 250, 200

 

14 de Outubro          20h00

[4] Romantismo Russo

Orquestra Filarmónica de S. Petersburgo (Rússia)

Centro Cultural de Macau

Bilhetes MOP 680, 580, 480, 300

 

 

 

15 de Outubro          20h00

Contos da Rússia

Orquestra Filarmónica de S. Petersburgo (Rússia)

Centro Cultural de Macau

Bilhetes MOP 680, 580, 480, 300

 

15 de Outubro          20h00

[5] Música Sacra do Alto Barroco ao Romantismo Francês

Coro Gulbenkian (Portugal)

Igreja de S. Domingos

Entrada com bilhete gratuito

 

16 de Outubro          20h00

Música Portuguesa dos sécs. XVII e XX

Coro Gulbenkian (Portugal)

Centro Cultural de Macau

Bilhetes MOP 250, 180, 120

 

17 e 18 de Outubro  20h00

19 de Outubro          15h00

Sizhu de Jiangnan

Orquestra Chinesa do Grupo de Artes Performativas da Província de Jiangsu (Interior da China)

Casa do Mandarim

Bilhetes MOP 120

 

18 de Outubro          20h00

[6] A Linguagem do Futuro

Laurie Anderson (EUA)

Fortaleza do Monte

Bilhetes MOP 80

 

18 de Outubro          20h00

Meditador

Orquestra de Macau

Centro Cultural de Macau

Bilhetes MOP 200, 150, 80

 

19 de Outubro          20h00

Brilho Deslumbrante

Orquestra Chinesa de Taipé

Centro Cultural de Macau

Bilhetes MOP 200, 150, 80

 

24 de Outubro          20h00

Óscares e Fantasia de Desenhos Animados

I Musici (Itália)

Teatro Dom Pedro V

Bilhetes MOP 250, 200

25 de Outubro          20h00

As Quatro Estações

I Musici (Itália)

Teatro Dom Pedro V

Bilhetes MOP 250, 200

 

26 de Outubro          20h00

[7] Graça e Glória

Anonymous 4 (EUA)

Igreja de S. Domingos

Entrada com bilhete gratuito

 

28 de Outubro          20h00

Antologia

Anonymous 4 (EUA)

Centro Cultural de Macau

Bilhetes MOP 250, 200

 

29 de Outubro          20h00

Quarteto Xangai

Teatro Dom Pedro V

Bilhetes MOP 250, 200

 

30 de Outubro          20h00

Recital de Piano por Zygmunt Krauze (Polónia)

Teatro Dom Pedro V

Bilhetes MOP 250, 200

 

30 de Outubro 20h00

Canadian Brass (Canadá)

Centro Cultural de Macau

Bilhetes MOP 250, 200

 

29 de Outubro e 1 de Novembro    20h00

[8] Hairspray – O Musical

Bronowski Productions Ltd. (Reino Unido)

Centro Cultural de Macau

Bilhetes MOP 500, 400, 300, 200

 

*****

ACTIVIDADES COMPLEMENTARES

 

Conversas Pré-Espectáculo

Romantismo Russo

Orquestra Filarmónica de São Petersburgo

Orador: Dennis Wu, crítico musical (Hong Kong)

14 de Outubro          18h45

Centro Cultural de Macau

 

Contos da Rússia

Orquestra Filarmónica de São Petersburgo

Orador: Dennis Wu, crítico musical (Hong Kong)

15 de Outubro          18h45

Centro Cultural de Macau

 

Sizhu de Jiangnan

Orquestra Chinesa do Grupo de Artes Performativas de Jiangsu

Oradores: Wang Aikang, Director do Agrupamento de Música Nacional do Grupo de Artes Performativas da Província de Jiangsu; Zhu Changyao, membro da Orquestra Chinesa do Grupo de Artes Performativas de Jiangsu; Gu Guanren, compositor a nível nacional

17, 18 e 19 de Outubro       19h00

Casa do Mandarim

 

Antologia

Anonymous 4

Orador: Leon Chu, Director Artístico e maestro do coro da Universidade Chinesa de Hong Kong (Hong Kong)

28 de Outubro          18h45

Centro Cultural de Macau

 

Master Classes

Violino e Violoncelo

Com as norte-americanas Madalyn Parnas e Cicely Parnas

14 de Outubro          19h30

Conservatório de Macau

 

Canto a cappella

Com membros dos Anonymous 4

25 de Outubro          16h00

Centro Cultural de Macau

 

Conversas com Artistas

Laurie Anderson

17 de Outubro          19h00

Auditório do Museu de Macau

 

Membros do grupo Canadian Brass

29 de Outubro          19h00

Centro Cultural de Macau

 

 

*****

Workshops de jazz

Depois do sucesso de adesão da edição passada, o FIMM volta este ano a promover workshops de jazz com o mestre português Zé Eduardo e o seu grupo. A grande novidade é a criação de grupos de acordo com níveis – do básico ao avançado – com duração de um mês e a possibilidade de iniciar jovens a partir dos oito anos no mundo musical, com o curso de “Mini Jazz”.

ARTIGO