Quinta-feira, Julho 2, 2020
Inicio Livros sobre Macau Macao People and Places, Past and Present

Macao People and Places, Past and Present

Macau visto de fora

 

Texto Cláudia Aranda

 

Macao People and Places, Past and Present é sobretudo uma visão de quem um dia chegou, viu e apaixonou-se pelas múltiplas camadas que esta cidade oferece para explorar. O resultado é um guia, um livro de consulta, que condensa em mais de 400 páginas textos, fotografias e narrativas sobre a cidade, com detalhes históricos que remontam ao século XVI.

O historiador e escritor Jason Wordie visitou Macau pela primeira vez em 1988 e conta que nunca mais deixou de querer regressar a esta pequena península da China, com as suas duas ilhas, Taipa e Coloane. Ao longo de 25 anos o escritor, que vive em Hong Kong e escreve semanalmente artigos de opinião para o diário local South China Morning Post, encontrou sempre qualquer coisa nova e inesperada neste pequeno e relativamente preservado aglomerado urbano.

Os capítulos do livro organizam-se de acordo com a geografia de viagem que Wordie entendeu oferecer aos leitores. Começa nas Portas do Cerco, que foi durante séculos o portão de entrada e saída para o Interior do País, e prossegue através do que Wordie descreve como os bairros de Macau “aparentemente semelhantes, mas na verdade muito diversificados”. Cada um desses bairros tem, segundo o autor, uma personalidade distinta que “toma tempo e persistência para conhecer e apreciar”.

Wordie documenta de forma detalhada o núcleo histórico incluído na lista de Património Mundial da Humanidade da UNESCO. Mas também chama a atenção de locais e visitantes para relíquias históricas nas “traseiras” da cidade, ou seja, fora da rota turística habitual, como a Ilha Verde e o Fai Chi Kei, a Areia Preta ou a Avenida de Horta e Costa. As ilhas da Taipa e de Coloane são tratadas em secções distintas. O autor, todavia e intencionalmente, exclui a área dos aterros, entre o Casino Lisboa e o Terminal Marítimo, desde o ZAPE ao NAPE, assim como a faixa do Cotai. Estas áreas são descritas na nota de autor como zonas “anónimas e hostis para peões”, lugar de “casinos e complexos de apartamentos de má qualidade com pouco interesse histórico ou cultural”.

Macao People and Places, Past and Present acrescenta narrativas e testemunhos de viajantes e figuras de relevo, cujas passagens por Macau deixou um rasto de histórias e de memórias. O preâmbulo, por exemplo, é da autoria de Irene Smirnoff Garfinkle, filha do pintor russo George Smirnoff, cuja família viveu refugiada em Macau durante a ocupação de Hong Kong na Segunda Guerra Mundial. Irene descreve os dias vividos em Macau, no Pátio das Seis Casas, em São Lourenço, como “tempos felizes” e Wordie descreve no seu livro as ruas, pátios e becos percorridos por Irene décadas antes. Irene escreve que: “O mais surpreendente para mim foi que eu andei, corri, saltei em muitas daquelas ruas que ele [Jason Wordie] descreve nestas páginas (…) e de alguma forma ele conhece essas ruas melhor do que eu alguma vez o consegui”.

 

Macao People and Places, Past and Present

Jason Wordie, com fotografias de Anthony J. Hedley e Colin Day

Angsana Ltd

485 páginas

MOP 400

ARTIGO