Sexta-feira, Junho 5, 2020
Inicio Desporto GP de Macau acolhe primeira Taça do Mundo de GT

GP de Macau acolhe primeira Taça do Mundo de GT

 

“Como grande novidade para este ano temos, pela primeira vez, não só em Macau, como no mundo, uma corrida GT a nível mundial”, disse o coordenador do Grande Prémio de Macau, João Costa Antunes, em alusão à competição aprovada na terça-feira pela FIA.

O mesmo responsável justificou a aposta com a popularidade que esta categoria de corridas tem vindo a ganhar a nível mundial e também com o facto de Macau já organizar corridas de GT desde 2008. “Macau já organiza (a prova) com grande sucesso há sete anos e a FIA, que tem enviado todos os anos observadores e técnicos de apoio a Macau, propôs-nos, aproveitando a organização do Grande Prémio de Macau e o facto de já organizarmos uma corrida GT por convite, torná-la mais oficial”, afirmou Costa Antunes.

Nesta primeira edição da Taça do Mundo GT da FIA, espera-se “uma participação muito importante ao nível das marcas oficiais” e a adesão de “pilotos da Ásia que não estejam a participar noutras corridas a nível mundial”, acrescentou.

O coordenador do GP Macau rejeitou, no entanto, que a primeira Taça do Mundo de GT seja uma resposta à saída do WTTC do circuito de Macau. “Estamos a falar de perspetivas e de públicos diferentes. Todos os anos tentamos fazer o melhor Grande Prémio e isso depende das circunstâncias. (…) Há que analisar qual é o melhor produto para o nosso programa, e este ano naturalmente entendemos que [a Taça do Mundo de GT] era uma boa oportunidade, atendendo à experiência de sete anos de organização da corrida GT”, salientou.

A 62.ª edição do Grande Prémio de Macau vai integrar sete corridas de carros e motos no circuito urbano de 6,2 quilómetros.

O Grande Prémio de Fórmula 3 – Taça Intercontinental da FIA – cuja primeira edição, em 1983, foi ganha pelo falecido piloto brasileiro Ayrton Senna –, o Grande Prémio de Motos de Macau e a Corrida da Guia são três das principais provas do maior cartaz desportivo da Região.

No âmbito das corridas de suporte, este ano será ainda realizada a Suncity Lotus Celebrity Cup Race, a disputar por celebridades. “Como as celebridades não são pilotos profissionais terão, como todos os concorrentes, de obter a licença e ganhar experiência até novembro”, explica a organização em comunicado.

Em 2014, o Grande Prémio de Macau contou com a participação de 213 pilotos de 24 países e regiões, incluindo 54 concorrentes locais.

ARTIGO