Quarta-feira, Dezembro 2, 2020
Inicio China Lusofonia coopera no domínio da Medicina Tradicional em Guangdong e Macau

Lusofonia coopera no domínio da Medicina Tradicional em Guangdong e Macau

O Colóquio de Cooperação do domínio da Medicina Tradicional dos Países de Língua Portuguesa, a cargo do Centro de Formação do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau) e ministrado pelo Parque Científico e Industrial de Medicina Tradicional Chinesa para a Cooperação entre Guangdong-Macau (adiante designado por Parque), começou no dia 18 de Julho com a participação de 25 dirigentes e técnicos ligados ao sector de Medicina Tradicional, provenientes do Brasil, de Cabo Verde, da Guiné-Bissau, de Moçambique, de Portugal e de Timor-Leste. Os participantes já visitaram o Parque, ficando a conhecer melhor o seu desenvolvimento actual.

Durante os 14 dias do Colóquio, foram convidados cerca de 20 peritos e estudiosos chineses de Medicina Tradicional Chinesa, incluindo membros da equipa da laureada com o Prémio Nobel, a Senhora Tu Youyou, e demais entidades representantes da Medicina Tradicional em Guangdong e Macau, para a realização de um curso de formação, centrado na divulgação dos desenvolvimentos e aplicações da Medicina Tradicional Chinesa, através de, entre outros meios, visitas, sessões práticas, mesas redondas e palestras, para as quais foram convidados. Os participantes assistiram a palestras subordinadas à temática da Medicina Tradicional, do Diagnóstico e Tratamento através da Medicina Chinesa, da Gestão de Medicina, da cooperação internacional sob a iniciativa de “Uma Faixa, Uma Rota” e do papel de Macau como a Plataforma entre a China e os Países de Língua Portuguesa. Também visitaram instituições médicas, empresas farmacêuticas famosas e instituições de investigação científica relevantes como, por exemplo, a Universidade de Macau, a Universidade de Ciência e Tecnologia de Macau, o Laboratório Chave Estatal de Investigação de Qualidade de Medicina Chinesa, o Museu do Chá de Ervas da Guangzhou Pharmaceutical Holdings Limited, a oficina GMP da BY-HEALTH Co. Ltd, etc.. Nestas visitas, os participantes puderam experienciar a cultura tradicional de Medicina Chinesa, através de práticas como a acupuntura, a moxibustão, a massagem e a ventosaterapia.

Na visita ao Parque, tomaram conhecimento da disposição das funções de cada sector e do desenvolvimento actual do Parque, realizando, ainda, formações no Centro de Desenvolvimento no Primeiro Período no Parque. A professora Shi Jingli, médica famosa da Província Guangdong, chefe do Departamento de Combinação de Medicina Oriental e Ocidental do Quinto Hospital Afiliado à Universidade de Zhongshan, perito e consultora do Parque, e o professor Qin Renan, vice-presidente de Instituto Geral de Investigação Farmacêutico de Guangzhou deram duas palestras sobre a prevenção e o tratamento de doenças comuns nos Países de Lingua Portuguesa através da Medicina Chinesa. Os participantes ainda experimentaram, sob a orientação dos professores, acupuntura, moxibustão e Tai Chi.

Com o objectivo de promover uma cooperação mais aprofundada na área de Medicina Tradicional entre a China e os Países de Língua Portuguesa, o Parque e o Secretariado Permanente do Fórum de Macau já realizaram vários encontros. Segundo o vice-presidente executivo do Parque, Xie Yi, este afirmou que o objectivo do Centro Internacional de Intercâmbio e Cooperação do Parque é herdar e divulgar a tecnologia e a cultura de Medicina Chinesa. Nesse sentido, deseja, através da organização periódica de formações semelhantes, aproveitar as vantagens de Macau enquanto plataforma, aprofundar a cooperação e o intercâmbio na área de Medicina Tradicional entre a China e os Países de Língua Portuguesa e promover o reconhecimento internacional da cultura e a tecnologia da Medicina Tradicional para, deste modo, construir uma base sólida para os produtos e as tecnologias de qualidade de Medicina Chinesa entrarem no mercado internacional.

Este é o 3.º colóquio organizado pelo Centro de Formação do Fórum de Macau neste ano. O Colóquio de Cooperação no domínio da Medicina Tradicional nos Países de Língua Portuguesa é uma sessão de formação que concretiza o Plano de Acção para a Cooperação Económica e Comercial da 4.ª Conferência Ministerial do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (2014-2016) e, tendo em conta as necessidades dos Países da Língua Portuguesa, evidencia as vantagens de Macau como plataforma e da Medicina Chinesa.

ARTIGO