Quinta-feira, Julho 9, 2020
Inicio Espectáculos & Exposições Cartaz :: Agosto e Setembro de 2016

Cartaz :: Agosto e Setembro de 2016

ESPECTÁCULOS

AGENDA

 

Azuis, calvos e heróis

 

O grupo norte-americano Blue Man Group vai estar em Macau para um espectáculo que combina música, comédia, ciência e tecnologia.

Chris Wink, Phil Stanton e Matt Goldman não são apenas amigos de longa data. São músicos, comediantes, educadores, empresários e co-fundadores da companhia de artes performativas Blue Man Group, criada há mais de 20 anos em Manhattan, Nova Iorque.

O grupo, que está em digressão mundial, vai subir ao palco do Teatro do Venetian entre 11 e 28 de Agosto para apresentar o espectáculo Blue Man Group, que alia diversas áreas, desde a música à dança, passando pela comédia, tecnologia e ciência.

“Nascido da vontade criativa de explorar e celebrar a humanidade, o espectáculo é uma combinação de ciência, comédia, música e vibrantes efeitos visuais”, lê-se na página do Venetian Macau. “Oferece ao público uma experiência audiovisual verdadeiramente envolvente, que se completa com música electrizante, tecnologia sensacional, um apaixonante grupo de música ao vivo e uma assinatura interactiva e experiências com o público.”

A história deste fenómeno internacional remonta à década de 80 do século passado, quando Wink, Stanton e Goldman decidiram criar um espectáculo inovador baseado numa única personagem – o homem azul –, um herói, mas ao mesmo tempo um homem comum, com quem o público se pudesse identificar facilmente.

Funeral dos anos 80, a primeira aparição em público, chegou ao Central Park em 1988. Este manifesto, transmitido pelo canal MTV, pretendia questionar a crescente mentalidade individualista e incentivar o espírito colectivo.

O trio continuou a fazer história depois de conhecer Meryl Vladimer, então director artístico do grupo de teatro experimental La MaMa. Impressionado com a actuação dos três artistas, Vladimer encomendou um espectáculo completo ao grupo. Foi assim que nasceu em 1991 Tubes, um trabalho que pôs em palco três homens vestidos de negro, de cabeças calvas e pintadas de azul, e que conquistou de imediato a opinião da crítica.

Em 1993, o grupo fundou a Blue Man Productions, dando início à contratação de actores para encarnar o “homem azul” e criando também um método de ensino para isso. Esse movimento trouxe uma nova dimensão ao grupo, que continuou a apresentar-se em vários locais ao mesmo tempo.

Do coração de Nova Iorque para o mundo, o Blue Man Group percorreu nos últimos 25 anos mais de 15 países e foi visto por cerca de 35 milhões de espectadores. Além da produção de cinco álbuns, esta inovadora companhia norte-americana participou na banda sonora de vários filmes, foi cara de diversas campanhas publicitárias de marcas internacionais e convidada de programas de televisão como o The Tonight Show, Arrested Development e Ellen.

O espectáculo que traz agora à RAEM é “perfeito para todas as idades, línguas e culturas”, escreve o Venetian Macau. “Oferece a todos a liberdade de se reconectarem com a sua criança interior. É uma boa oportunidade para as famílias partilharem a felicidade e aproveitarem o momento”.

 

Teatro do Venetian

De 11 a 28 de Agosto de 2016

Bilhetes a MOP 380, 680 e 880

 

 

*****

OUTROS ESPECTÁCULOS

 

[MÚSICA]

 

A-LIN SONAR WORLD TOUR 2016

A cantora taiwanesa Huang Li-ling, mais conhecida por A-Lin, vai estar em Macau para um concerto na Arena do Venetian. A artista, que já actuou em Macau em 2012, traz o espectáculo da digressão “A-Lin Sonar World Tour 2016”. A-Lin tem 32 anos e lançou o primeiro álbum em 2006, sendo considerada uma das estrelas do Mandopop.

Arena do Venetian

6 de Agosto de 2016

Bilhetes a partir de MOP 280

 

GATO E RATO

O concerto da Banda Sinfónica Juvenil de Macau apresenta músicas dos filmes de animação do japonês Hayao Miyazaki e dos cartoons da Walt Disney, nomeadamente, O meu Vizinho Totoro, A Viagem de Chihiro, A Bela e o Monstro e O Reino do Gelo.

Centro Cultural de Macau

24 de Agosto de 2016

Bilhetes a MOP 100

 

 

[TEATRO]

 

CONTO DE FADAS

Durante um passeio de família, a pequena Haru encontra um grupo de duendes numa floresta. Promotores imobiliários chegam ao local com novos projectos para a área. Com a ajuda dos pais, Haru vai tentar proteger a floresta, de modo a salvar a vida dos duendes. Conto de fadas é uma obra do grupo de teatro Big Mouse Kids Drama Group, co-organizado pelo Grupo de Teatro Bolha.

Teatro Caixa Preta do Edifício do Antigo Tribunal

11 a 14 de Agosto de 2016

Bilhetes a MOP 130

 

[OUTRAS ACTIVIDADES]

 

InspirARTE no Verão

O Centro Cultural de Macau organiza até finais de Agosto espectáculos e workshops para crianças no domínio das artes performativas. Artistas de todo o mundo trazem à cidade uma série de actividades criativas e jogos, da acrobacia e marionetas aos palhaços e à dança.A companhia holandesa Theater Terra apresenta Spot, um musical para a família, com um desfile de marionetas, inspirado na colecção de livros Spot the Dog, de Eric Hill. Conversas a Giz é uma peça de dança e teatro da companhia escocesa Curious Seed, que põe em palco dois bailarinos, que vão interagir com uma plateia de miúdos, tocando em temas universais, do amor à felicidade. Este ano, a programação termina com InspirARTE à Solta. Dos workshops aos espectáculos e aos jogos, grandes e pequenos vão juntos à descoberta das artes com animais da floresta.

Centro Cultural de Macau

Até 28 de Agosto de 2016

Bilhetes até MOP 180

 

***

 

EXPOSIÇÕES

AGENDA

O artista que vendeu uma pintura de Macau ao rei de França

 

O pintor Auguste Borget viajou pela China, passou oito meses em Macau e vendeu um quadro onde retrata o Templo de A-Má ao rei francês Luís Filipe I. A exposição Auguste Borget: Um Pintor Viajante pela Costa Sul da China testemunha essa passagem pela cidade.

O Templo de A-Má foi um dos lugares retratados pelo pintor francês Auguste Borget durante a viagem que fez à China entre 1838 e 1839. Da vasta colecção de obras do pintor, destaque para “Vista do grande templo chinês em Macau”, apresentado em 1841 no Salão de Paris, e adquirido pelo rei francês Luís Filipe I.

A Macau do artista francês pode agora ser revisitada na exposição Auguste Borget: Um Pintor Viajante pela Costa Sul da China, uma iniciativa integrada no festival Le French May, e que tem organização do Museu de Arte de Macau/ Instituto Cultural, em colaboração com o Consulado-Geral de França em Hong Kong e Macau e a Alliance Française de Macau.

Mais de 120 peças, incluindo esboços, desenhos, aguarelas, pinturas a óleo, gravuras e livros antigos, documentam o dia-a-dia dos locais que visitou. São obras provenientes de colecções privadas e de museus franceses, britânicos, de Hong Kong e de Macau.

“Através da perspectiva objectiva, mas ainda assim delicada, e do estilo conciso do desenho nos trabalhos documentários de Borget, os visitantes podem captar a atmosfera de Macau dessa época, sentir a beleza da arte e da cultura, e testemunhar o intercâmbio cultural entre a China e a França”, lê-se na página electrónica do Museu de Arte de Macau.

Auguste Borget nasceu em 1808 em Issoudun, no centro de França. Em Outubro de 1836 iniciou uma viagem de quatro anos, passando por vários destinos, desde o continente americano ao Sudeste Asiático. Na passagem pela China, foi em Macau que o pintor permaneceu mais tempo.

Em Agosto de 1840, Borget regressou a casa com uma colecção de desenhos criados durante essa longa viagem. O artista publicou então o catálogo La Chine et les Chinois (A China e os Chineses), com descrições, ilustrações e litografias, e Fragments d’un Voyage Autour du Monde (Fragmentos de uma Viagem à Volta do Mundo), onde incluiu desenhos e registos escritos. Os trabalhos do artista foram utilizados, além disso, como ilustrações na obra La Chine Ouverte: Aventures d’un Fan-Kouei dans le Pays de Tsin (China Aberta: Aventuras de um estrangeiro na terra dos Qing) do escritor, jornalista e crítico literário Old Nick, pseudónimo de Paul-Émile Daurand-Forgues.

“Como pintor e viajante, Borget contribuiu para o intercâmbio cultural com a sua prolixa quantidade de registos escritos e ilustrativos, documentos notáveis numa época anterior às câmaras fotográficas”, escreve ainda o Museu de Arte de Macau na apresentação da exposição, acrescentando que a obra de Borget é “uma parte assinalável do rico legado do intercâmbio cultural sino-ocidental” e oferece “uma representação única do Delta do Rio das Pérolas em meados do século XIX, e um vislumbre da sua cultura e costumes tradicionais”.

 

Museu de Arte de Macau

Até 9 de Outubro de 2016

Bilhetes MOP 5

 

*****

OUTRAS EXPOSIÇÕES

 

Nova Linguagem Pictórica

A artista plástica Natália Gromicho vai estar em Macau para produzir cerca de 11 quadros de grande dimensão em ateliê aberto ao público. As obras vão ser produzidas durante uma residência artística, que Natália Gromicho vai fazer na Fundação Oriente. Os trabalhos vão ser integrados no espólio da fundação.

Até 21 de Agosto de 2016

Casa Garden, Fundação Oriente

Entrada livre

 

Rostos de uma Cidade: 2 Gerações, 4 Artistas na Colecção do MAM

A mostra revela o retrato de uma cidade no tempo, pondo em diálogo duas gerações de fotógrafos. Pode ver cerca de 50 imagens dos fotógrafos seniores Lei Iok Tin, Ou Ping e dos jovens Wong Chon Kit e Rusty Fox.

Até 23 de Outubro de 2016

Museu de Arte de Macau

Entrada livre

 

70.º aniversário de Han Tianheng

Han Tianheng nasceu em Xangai em 1940 e é um premiado artista contemporâneo chinês que trabalha na área da pintura, caligrafia e gravação de carimbos. Algumas das peças apresentadas nunca estiveram em exposição. Entre os 188 trabalhos, pode ver também objectos clássicos de pintura, escarradeiras, apoios para os braços na caligrafia, pesos de papel, que fazem parte da colecção particular de Hang Tianheng intitulada Sofisticação nos traços, felicidade na vida.

Até 7 de Agosto de 2016

Museu de Arte de Macau

Bilhetes MOP 5

 

O Fascinante Barco Vermelho: Um episódio na cultura da ópera cantonense

O título da exposição Barco Vermelho remete para a origem da ópera cantonesa, referindo-se aos barcos pintados a vermelho onde eram transportados os membros das companhias de ópera cantonense. Em exposição estão 100 artefactos representativos da ópera cantonesa e textos informativos, fotografias e artigos.

Até 9 de Outubro de 2016

Museu de Macau

Bilhetes MOP 15

 

Figures in Motion

Uma colecção de 74 peças de bronze do pintor e escultor francês Edgar Degas está em exposição no MGM Art Space até finais de Novembro. Figures in Motion, inserida no festival Le French May, inclui “Little Dancer Aged Fourteen”, uma das mais famosas criações do artista.

Até 20 de Novembro de 2016

MGM Art Space

Entrada livre

ARTIGO