Sexta-feira, Outubro 30, 2020
Inicio China Especialista chinês estima que surto se vai alastrar mundialmente até Junho

Especialista chinês estima que surto se vai alastrar mundialmente até Junho

Zhong Nanshan, chefe da equipa de médicos especialistas designados pelo Governo chinês para combater o surto do Covid-19, disse que a doença continuará a alastrar-se pelo mundo até pelo menos Junho próximo.

Numa conferência de imprensa em Cantão, sul da China, Zhong disse que o “foco na prevenção e controlo do vírus” passará para a importação de infecções oriundas do exterior, à medida que o surto se alastra por mais de uma centena de países.

O pneumologista, de 83 anos, disse ainda que a China prestará assistência a países onde o vírus está a propagar-se rapidamente, incluindo experiência em protecção e tratamento médico.

“Estima-se que o desenvolvimento do surto global perdurará até pelo menos Junho próximo”, disse Zhong, que desempenhou um papel importante no combate ao surto da Síndrome Respiratória Aguda e Grave (SARS), ou pneumonia atípica, que atingiu o país entre 2002 e 2003.

O médico lembrou que a província de Guangdong, adjacente a Macau, e a segunda mais afetada pelo surto na China, tem fortes ligações ao exterior, o que torna necessário “fortalecer as medidas de inspecção nas fronteiras”.

“Viajantes oriundos de países gravemente afectados pelo surto merecem atenção especial e devem cumprir quarentena”, afirmou.

A China voltou hoje a registar uma queda no número de novos casos de infecção.

Fora da província de Hubei, epicentro do surto e onde várias cidades foram colocadas sob quarentena, todos os quatro casos detectados são “importados” do Irão, segundo a Comissão Nacional de Saúde do país asiático.

Segundo os dados oficiais mais recentes, o número de mortos e infectados na China fixou-se nos 3.119 e 80.735, respectivamente.

ARTIGO