Sexta-feira, Outubro 30, 2020
Inicio Educação Reinício das aulas do ensino não superior em Macau até 20 de...

Reinício das aulas do ensino não superior em Macau até 20 de Abril

As aulas do ensino não superior devem ser retomadas até 20 de Abril em Macau, se a situação epidémica se mantiver estável, anunciou hoje o subdiretor dos Serviços de Educação e Juventude (DSEJ).

“Macau está há 35 dias sem casos novos da infeção e nas regiões apenas se registaram casos esporádicos, por isso as aulas devem ser retomadas até 20 de Abril se a situação epidémica se mantiver estável”, afirmou Kong Chi Meng, na conferência de imprensa diária do Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus.

“Vamos anunciar uma data no final de Março, mas não descartamos a hipótese de um ajustamento”, acrescentou.

Kong Chi Meng salientou que se trata apenas de um plano e se a situação epidémica sofrer uma alteração, este plano será ajustado.

As escolas, incluindo infantários, devem reforçar as medidas de prevenção, como a desinfecção das salas, antes do reinício das aulas, e fazer a medição de temperatura, impor a utilização de máscaras e a lavagem das mãos.

Anteriormente, a DSEJ tinha indicado duas condições para o reinício das aulas. A primeira que a província de Guangdong (sul) e Macau estejam sem novos casos há 14 dias, e a segunda que Zhuhai e Zhongshan já tenham reiniciado as aulas.

Depois daquele primeiro período de 14 dias sem novos casos de coronavírus Covid-19 em Guangdong e em Macau, as autoridades do território vão aguardar mais 14 dias e só depois vão anunciar a data de reinício de aulas.

No entanto, as autoridades sublinharam que a situação em Zhuhai, cidade chinesa adjacente a Macau, e Zhongshan, adjacente a Zhuhai, será avaliada antes de ser tomada essa decisão.

O responsável da DSEJ salientou que Zhuhai e Zhongshan não registam novos casos há 20 dias, acrescentando que “mais de três mil alunos [de Macau] residem em Zhuhai, por isso a situação epidémica nesses locais é importante”.

“O nosso plano pode sofrer alterações de acordo com a situação epidémica em Zhuhai e Zhongshan, que acompanhamos com muita atenção. Como a data máxima é 20 de Abril, ainda temos um mês para observar a situação na China continental e considerar também as necessidades de funcionamento da sociedade, que precisam de ser retomadas passo a passo”, disse.

Em Janeiro passado, as autoridades anunciaram o adiamento do reinício das aulas nas escolas do ensino não superior e também nos estabelecimentos de ensino superior, na sequência da epidemia do novo coronavírus.

Há 35 dias sem casos novos de infecção, Macau registou dez doentes, tendo todos já recebido alta hospitalar. Três continuam em isolamento na convalescença no Centro Clínico de Saúde Pública de Coloane.

O número de pessoas infectadas desde dezembro pelo novo coronavírus em todo o mundo aumentou para 114.151, das quais morreram 4.012, segundo dados oficiais.

ARTIGO