Segunda-feira, Outubro 26, 2020
Inicio Cultura Angela Lao, sempre a somar

Angela Lao, sempre a somar

Angela Lao venceu o LA Shorts Awards Best Short Film – Diamond Award com o filme “Desireland, Multiverse”. O prémio é mais um marco na carreira da jovem cartunista que já conta com mais de 10 galardões e 100 filmes de animação 

Texto Catarina Brites Soares 

Em “Desireland, Multiverse” Angela Lao fez quase tudo. Filmou, escreveu o argumento, fez as animações, deu voz, compôs as músicas, editou e foi a designer do projecto que acaba de ser premiado no LA Shorts Awards Best Short Film. “A história é sobre os sonhos e ambições que criamos, de como as pessoas se focam tanto no que querem em vez de cuidarem dos outros, especialmente de quem gostam ou de quem as ajuda”, sintetiza Lao, que também deu voz às personagens da curta de 13 minutos. “Sim, é verdade. Consigo fazer cerca de 20 vozes diferentes.” 

“Desireland, Multiverse” é a primeira da série “Andrew’s Parallel Worlds”, iniciada no ano passado. “O projecto estava a andar muito devagar porque também tenho um centro, onde ensino artes e inglês a crianças. Não conseguia ter tempo. Com a pandemia da Covid-19, tive de fechar o centro temporariamente e foi assim que consegui terminar o primeiro filme em Fevereiro.” 

Entretanto, já publicou um livro, disponível na Amazon, que junta os argumentos dos 13 filmes de animação que compõem a série. O plano era que pudesse ser vendido no Verão numa feira do livro em Macau, mas a situação pandémica acabou por o impedir. “Gostava que a série fosse comprada por alguma televisão para que mais pessoas pudessem vê-la”, diz a artista, de 32 anos. 

O início 

O interesse pela animação começou na universidade, quando estudava design no Instituto Politécnico de Macau. Em 2007, realizou a primeira curta que teve como protagonistas a autora e o gato. Conseguiu a nota mais alta da turma, mas, sublinha, mais importante foi ter percebido como se divertia a fazer animação. Abriu um canal no YouTube e começou a publicar os cartoons, música e filmes da sua autoria.  

“The Stories of Dream Village”, que iniciou em 2010 e terminou em 2013, foi a primeira longa-metragem realizada por Angela Lao, que decidiu interromper os estudos por dois anos e meio, de 2009 a 2011, para levar o projecto para a frente. “Dediquei tanto tempo e gastei tanto dinheiro para conseguir este filme. Esgotou-me pelo tempo que passava no estúdio. Só tive a ajuda da minha mãe. Foi um projecto mesmo muito exigente”, recorda, acrescentando que só conseguiu acabar o curso em superior em 2012, depois de tê-lo iniciado em 2005. 

O filme foi apresentado em exposições individuais em Macau, no Interior do País e nos Estados Unidos, além de cópias em DVD que ainda vendeu. “Percebi que as pessoas gostavam das minhas histórias.” E foi assim que decide fazer carreira, ainda que a tempo parcial já que não chega para o sustento. 

Em 2016, Angela realiza mais um projecto, “CaCa: Tell You Jokes!”, terminado um ano depois e premiado em diversos festivais internacionais, como o Los Angeles Asian Pacific Film Festival, o Hollywood International Moving Pictures Film Festival, o Hollywood Boulevard Film Festival, entre outros. “Ficou muito claro que queria ser cartunista e seguir animação, custasse o que custasse. E consegui.” 

Novos horizontes 

Foi nos Estados Unidos, em Houston, no Texas, que nasceu, e para onde gostava de voltar. O sonho era fixar-se em Los Angeles e lá fazer carreira, a cidade que acolhe Hollywood. Problemas de saúde impediram-na de sair de Macau, onde acabou por ficar e por onde passam os planos futuros. “Talvez estenda o meu trabalho ao Interior do País. Estou sempre à procura de oportunidades online que existam lá fora. Nos tempos de hoje, tudo pode ser feito online. Não preciso de sair de Macau para encontrar oportunidades fora daqui.” 

A Amazon e a Kindle, plataformas onde colabora há uma década, são duas das marcas que têm publicado os trabalhos da cartunista, além da TuneCore, Line Sticker Market e a Etsy, marcas com as quais também tem colaborado. “Não há oportunidades na área das artes em Macau e é também por isso que procuro oportunidades online”, justifica. “Aqui, é difícil dedicar-me só à animação e cumprir o sonho de me tornar uma autora a tempo inteiro de sucesso.” 

Conhece os subsídios que são atribuídos pelo Governo, mas confessa que raramente se candidata por ser pouco dada a burocracias e por se sentir mais cómoda com o inglês – idioma no qual não pode submeter as candidaturas – por ter estudado sempre em escolas de língua inglesa e internacionais. 

“Los Angeles era onde gostava de estar e de trabalhar, porque há oportunidades para os profissionais do mundo das artes. Se nunca chegar a poder ir para lá, gostava que Macau se tornasse um sítio mais favorável a estas carreiras. Se isso acontecer, posso ficar e concretizar o que quero aqui.”  

***

Prémios 

2020 “Love is Blind” e “Desireland, Multiverse”, FlickFair Finalist  

2020 “Desireland, Multiverse”, LA Shorts Awards Best Short Film Diamond Award  

2020 “Desireland, Multiverse”, Rome Prisma Film Awards Official Selection  

2020 “Desireland, Multiverse”, LA Shorts Awards official selection  

2019 Art Olympia Honorable Award  

2018 MAD Top Ten Comic Writers Award  

2018 “CaCa: Let Us Dream”, nomeada para o American Songwriting Awards,  

2017 “CaCa: I want Cat to say yes”, Accolade Global Film Competition 

2017 “CaCa: I want Cat to say yes”, LA Shorts Awards 

2017 “CaCa: I want Cat to say yes”, “Kai Kai Xin Xin Is The Most Important”, “A Rainy Day”, semi-finalista no Los Angeles CineFest 

2017 “CaCa 4: My Street Cats” e “Let It Go”, Marquee On  

2017 Dream Village 3 Theme Song, “We Will Meet Again In This Place”, Prémio de Prata no Global Music Awards  

2017 “A Crescent”, nomeada para o American Songwriting Awards 

2017 “Dr H”, Gold Movie Awards Goddess Nike Official Selection  

2017 “CaCa: Tell You Jokes” Los Angeles Asian Pacific Film Festival  

2017 “CaCa: Tell You Jokes!” e “The Stories of Dream Village”, Hsin-Yi Children’s Animation Awards 

2016 “CaCa 2.5 Seasons” and “The Stories of Dream Village”, Accolade Global Film Competition Official Selection  

2016 “CaCa: Happy Moods”; “CaCa: Happy Halloween” e “A Crescent”, Hollywood Songwriting Contest Nominees  

2016 “CaCa: Yes or No?”, prémio Bronze Global Music Awards  

2016 “The Stories of Dream Village”, Melhor Animação Hollywood Boulevard Film Festival  

2016 “CaCa! 2.5 seasons”, Melhor Episódio/Multimédia Hollywood Boulevard Film Festival, Winner 

2016 “CaCa: Tell You Jokes!”, Vencedor Hollywood International Moving Pictures Film Festival 

2016 “The Stories of Dream Village: Episode: Actress”, Vencedor no Hollywood International Moving Pictures Film Festival 

2015 “Charm Of Women”, Prémio de Mérito no Richeson 75 International Oil Painting Competition Figure or Portrait 

2015 “I Love Macau!”, Prémio de Mérito no Concurso de Arte Comtemporânea de Macau 

2014 “Women In Focus” (Grandma! Ma!), Exposição Anual de Artes Visuais de Macau 2014   

ARTIGO