Quinta-feira, Dezembro 3, 2020
Inicio Cultura

Cultura

Simbologia | O Rato, o signo da inteligência e do charme

當人們談論將要發生的事情時,老鼠在椽裡大笑。Quando os homens discutem o que há-se ser, os ratos riem nas vigas do telhado (provérbio chinês)

Mike Goodridge, director artístico do Festival Internacional de Cinema

Mike Goodridge, conceituado crítico de cinema há largos anos, está há três anos na batuta do Festival Internacional de Cinema de Macau (IFFAM). O britânico tem uma carreira de cerca de 30 anos ligada às várias vertentes do cinema, incluindo financiamento, vendas, produção, média e programação. Foi jornalista da revista Screen International durante 19 anos e lançou-se depois na produção de filmes, tendo liderado a empresa Protagonist Pictures. Antes de aceitar o desafio de tornar-se director artístico do certame de Macau, Goodridge foi programador do Festival de Cinema de Sarajevo e júri em mais de 25 festivais.

Instituto Internacional de Macau | A par e passo com a história da RAEM

O Instituto Internacional de Macau celebra este ano 20 anos de existência e tem percorrido o seu caminho e missão a par da RAEM. Umas das muitas instituições nascidas também em 1999, tem na actividade editorial um dos seus pilares e para o futuro ambiciona continuidade.

RAEM/20 anos | Quando a UNESCO mudou o panorama cultural

Em 2005, Macau já possuía um importante complexo cultural, quando o centro histórico de passou a integrar a lista do Património Mundial da UNESCO. Desde então que os Governos da RAEM têm-se dedicado a construir políticas culturais viradas para o mundo. Duas décadas depois, a RAEM tem renome mundial na área da cultura, com cada vez mais associações e espaços expositivos, espectáculos e um festival de cinema a caminho de conquistar reconhecimento além portas. Com o projecto da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau à vista, a RAEM assume o papel de base de intercâmbio e cooperação que, tendo a cultura chinesa como predominante, vai promover a coexistência de diversas culturas

Macau acolhe 4.ª edição do Ciclo de Cinema Moçambicano

Macau acolhe no início de novembro a 4.ª edição do Ciclo de Cinema Moçambicano, que tem como destaque o primeiro filme de animação produzido no país, disse hoje à Lusa a organização.

Exposição com 50 obras inéditas do coletivo YiiMa viaja pela memória esquecida de Macau

Uma exposição com meia centena de obras inéditas do coletivo de artistas YiiMa faz uma viagem por sinais esquecidos ou desaparecidos da história e cultura de Macau, a partir de 06 de novembro no Museu Berardo, em Lisboa.

Orquestra Filarmónica da China estreia-se em Portugal

A Orquestra Filarmónica da China estreia-se em Portugal, no próximo domingo à tarde, com um concerto sob a direção do maestro Huang Yi, na Aula Magna da Reitoria da Universidade de Lisboa, divulgou hoje a instituição.

Vinte artistas e 20 obras assinalam 20 anos de Macau na residência consular de Portugal

Vinte artistas e 20 obras assinalam, até 09 de novembro, os 20 anos da fundação da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM), numa exposição de artes plásticas hoje inaugurada na residência do cônsul-geral de Portugal no território.

Festival da Lusofonia de Macau com portugueses Anaquim espera 22 mil visitantes em outubro

Cerca de 22 mil visitantes são esperados no 22.º festival da Lusofonia de Macau, que decorre entre 18 e 20 de outubro e conta com a atuação da banda portuguesa Anaquim, indicou hoje à Lusa a organização.

Guardiã da cidade e da tradição

Viajante, amante da Europa e da tradição. Assim se descreve Eva Mok, a jovem de Macau que largou há sete anos um emprego administrativo para se lançar na fotografia. Na primeira exposição individual da artista, que inaugurou em Agosto no Albergue da Santa Casa da Misericórdia, estão expostas 40 imagens de Macau, espaço em transformação, que Eva quer documentar

O festival que quer transformar a vida artística da cidade

O “Arte Macau” arrancou em Junho e quer explorar novos caminhos para o desenvolvimento cultural e artístico da cidade. São cinco meses de arte nas ruas, museus, resorts e jardins da cidade, numa parceria entre o Governo, operadoras de jogo e cinco consulados estrangeiros da região

Uma corrente de arte ligada à electricidade

E se as cinzentas caixas de distribuição de electricidade espalhadas pela cidade se enchessem de cor e de histórias? Foi isso mesmo que pensou a Companhia de Electricidade de Macau (CEM), com um projecto de revitalização que dá oportunidade aos artistas locais para mostrarem a sua criatividade e para alegrarem o ambiente envolvente em vários pontos da cidade