Segunda-feira, Janeiro 25, 2021
Inicio Património

Património

Caligrafia | Regresso às origens 

O Instituto de Formação Turística oferece este ano lectivo dois níveis de caligrafia chinesa. A necessidade de conhecer mais sobre a própria cultura levou vários locais de regresso à escola.

Ambrose So | “Caligrafia é uma pintura feita com o coração” 

Ambrose So é licenciado em Matemática e Física, director executivo da Sociedade de Jogos de Macau (SJM), braço direito de Stanley Ho. Mas muito antes de tudo isso, já a caligrafia fazia parte da vida deste empresário. “Encontramos sempre tempo para aquilo que amamos”, diz So, para quem esta arte chinesa é também um encontro com poetas, com a natureza e a história. Em entrevista à MACAU, o também fundador da Sociedade Jiazi de Caligrafia fala de um percurso que começou na escola primária, em Hong Kong, de onde é natural, e deixa uma dica a quem quer aprender: não existem atalhos para a caligrafia. Tal como não existem para o amor.

Procissões católicas entram para lista de património intangível de Macau

As procissões católicas do Nosso Senhor Bom Jesus dos Passos e de Nossa Senhora de Fátima entraram para a lista de património intangível de Macau.

Uma nova casa para os livros

Os sete edifícios que deram lugar à Biblioteca do Patane, no Porto Interior, foram em tempos casas-loja, estruturas que combinavam a actividade comercial e habitacional. Hoje preservam ainda uma parte importante dessa história.

Estaleiros de Lai Chi Vun, o último baú de memórias da outrora indústria naval de Macau

Lai Chi Vun é como um baú de memórias da outrora importante indústria naval de Macau. Nos estaleiros, de onde o último barco saiu há mais de uma década, resiste a nostalgia de quem fez vida daquele tradicional ofício.

Suspensa intervenção em antigos estaleiros de Macau para avaliar valor patrimonial

O Instituto Cultural de Macau anunciou que vai iniciar em Abril o procedimento para decidir se os antigos estaleiros navais na ilha de Coloane serão classificados.

Manuel Vicente, o homem além do arquitecto em “A Desmontagem do Desconhecido”

O nome de Manuel Vicente fez-se grande na arquitectura, mas foi a personalidade do criador que a escritora Raquel Ochoa capturou no ensaio biográfico “A Desmontagem do Desconhecido”, obra lançada em Macau, que estará disponível em breve em Portugal.

Centro Histórico de Macau em exposição fotográfica em Lisboa

O património cultural de Macau, documentado em cem fotografias de Chan Hin Io, é o tema principal da mostra “O Lugar onde o Património Mundial Brilha – Exposição Fotográfica do Centro Histórico de Macau” que abre em Lisboa.

Macaenses na sala de aula para aprenderem o crioulo dos avós

Vários macaenses marcaram presença na primeira aula de patuá, crioulo de base portuguesa de Macau, na Universidade de São José (USJ), na esperança de aprenderem mais sobre a história e a língua falada pelos seus avós.

Macau classifica primeiro lote de imóveis excluídos da lista do património cultural

Macau vai classificar, em breve, como monumentos ou edifícios de interesse arquitectónico um primeiro conjunto de nove imóveis, incluindo de estilo ocidental ou português, ao abrigo da Lei de Salvaguarda do Património Cultural, anunciou o Instituto Cultural (IC).

Velhos edifícios que voltam a contar histórias

O património ao serviço da cultura, do turismo e da comunidade. O Governo de Macau tem apostado nos últimos anos na requalificação de edifícios históricos, muitos dos quais estavam ao abandono. Especialistas defendem que a alteração da legislação e a conservação da identidade e narrativa histórica destas estruturas são elementos fundamentais para o sucesso do projecto.

Conjunto de edifícios portugueses em Macau fechado para primeiras grandes obras desde 1999

Os cinco edifícios portugueses das Casas-Museu da Taipa, em Macau, encontram-se temporariamente encerrados para as primeiras grandes obras de manutenção e melhoramento desde 1999, devendo reabrir no final de Setembro, a tempo do Festival da Lusofonia.