Quinta-feira, Julho 9, 2020
Inicio Região

Região

Uma oportunidade única para Macau

Na primeira reunião de trabalho do Grupo de Líderes para o Desenvolvimento da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau, que teve lugar em Agosto, em Pequim, discutiu-se a construção de um centro internacional de inovação de ciência e tecnologia, com o Governo Central a apoiar Macau como plataforma na área da medicina tradicional chinesa

O super-tufão que pôs Macau à prova

Macau superou a prova do Mangkhut, considerado o pior tufão do ano, com base na prevenção. O plano de evacuação das zonas baixas da cidade, mais susceptíveis a fortes inundações, foi colocado em acção e foram disponibilizadas 24 mil vagas em abrigos. Depois de o sinal 10 ter estado hasteado pelo maior período de tempo desde 1968, o Mangkhut, que assolou a RAEM entre os dias 15 e 16 de Setembro, afastou-se sem causar fatalidades nem grandes estragos

Hong Kong: uma economia integrada no socialismo de mercado de características chinesas

O Índice de Liberdade Económica 2018, publicado anualmente pela Heritage Foundation, colocou Hong Kong, uma vez mais, como a economia mais livre do mundo, com um índice de 90,2 em 100, muito próximo dos 90,5 pontos que possuía em 1996, um ano antes da fundação da Região Administrativa Especial de Hong Kong (RAEHK). Esse resultado salienta, mais do que palavras desnecessárias, como as características da economia de Hong Kong que a tornaram mundialmente famosa estão bem vivas, 20 anos após o seu retorno à soberania plena da República Popular da China (RPC).

Um mar de oportunidades que se abre para a RAEM

São 85 quilómetros quadrados de áreas marítimas que passaram a estar sob jurisdição de Macau e que servem de motor a um novo desenvolvimento. Oportunidades que foram discutidas numa conferência internacional que juntou vários especialistas em Macau, durante a qual foram discutidos assuntos como gestão, aproveitamento e desenvolvimento das áreas marítimas da região