Quinta-feira, Julho 2, 2020
Inicio Tags RM 16

Tag: RM 16

Eddy Murphy

Mestre de Capoeira, Eddy Murphy nasceu no Brasil mas já percorreu meio mundo. Chegou a Hong Kong em 2002 e mudou-se para a China Interior. Agora em Macau, há cerca de cinco meses, ensina capoeira no Universal Yoga e pretende reunir capoeiristas de todo o mundo na RAEM

FESTIVAL INTERNACIONAL DE MÚSICA DE MACAU

São 21 propostas provenientes do Reino Unido, Alemanha, Áustria, Itália, República Checa, Polónia, Portugal, EUA, Argentina, Venezuela, Singapura e Austrália, para além do Interior da China, que em Outubro e princípios de Novembro vão colorir os palcos de Macau de sons antigos e experimentais

O homem que se apaixonou pela China verde

Carlos Frescata é português mas encontrou o seu sonho numa China ecologista. Quando conheceu o país, entendeu que as potencialidades eram imensas, mas que tardavam em ser concretizadas. Agora vive em Portugal, com os olhos postos na construção da China verde que viu em sonhos

“Tenho a missão de expandir a língua portuguesa”

O seu maior desejo é ajudar o Mundo a aprender a “maravilhosa língua portuguesa”. Americano de nascimento, Joseph Abraham Levi é director do Centro de Línguas da Universidade de Hong Kong, especialista em literaturas e culturas lusófonas e em história e literatura colonial brasileira. Um professor que se sente um embaixador da língua portuguesa e que considera Portugal “um país demasiado modesto”. Levi aponta que “o Governo de Portugal não aposta no desenvolvimento e expansão do português”, língua que trata como se fosse a sua, e considera que a sua “ligação à pátria de Camões pode ter tido origem noutra vida”, quando, aponta, pode ter sido um judeu-português

O Pavilhão das Peónias*

Noiva fantasma procurando o seu Mengmei

A medida certa

São dias lentos para o senhor Mak, homem de ampla figura e gestos rápidos num corpo demasiado arredondado. Acostumado a mandar, Mak interrompe o jogo de cartas com a natural autoridade de quem está em casa. E está. A sua casa é o seu ateliê – uma longa divisão num rés-do-chão sem fundo à vista, com um balcão de um lado e mesas de tampo alongado do outro, onde material e máquinas de costura aguardam o roçar das sedas. As suas mãos são de ouro

Seda e a história de um segredo

As lendas são várias sobre a forma como se chegou ao tecido mais suave alguma vez visto. Um bicho-da-seda, um casulo e uma técnica aperfeiçoada em séculos de História, deram à China um lugar de excepção como berço da sericicultura. Conta-se que durante muito tempo a arte de trabalhar a seda esteve proibida de ser ensinada a elementos de fora

Nuno Barreto (1941 – 2009) O pintor para além das telas

intou Macau nas suas mais variadas dimensões, a traços fortes do Oriente, com ironia, perspicácia, com paixão. Foi-se embora mas ficou, num modo de ser que vai além da obra encaixilhada. Formou jovens artistas, partilhou conhecimentos, as suas pequenas e grandes descobertas, os seus privados e públicos prazeres. Mais do que tudo, Nuno Barreto gostava de viver. E gostava dos outros

Teatro em “língua doce”

Um dos pontos altos do calendário cultural local é um espectáculo em patuá, no antigo crioulo macaense, por cuja sobrevivência se luta. Este ano, mais uma peça do grupo Doci Papiaçam di Macau foi apresentada durante o Festival de Artes, em Março, desta vez no Grande Auditório do Centro Cultural. Aqui se pode ler e ver a reportagem escrita e fotográfica dos bastidores do espectáculo